Embaixada dos EUA pede a Maduro a libertação de “268 presos políticos”

by • • • Comments (0)

A embaixada dos Estados Unidos na Venezuela pediu este sábado ao Presidente do país, Nicolas Maduro, para libertar os “268 presos políticos” durante a época festiva de Natal e exigiu ao governo do Caribe que “respeite os direitos humanos” dos mesmos.

A embaixada dos Estados Unidos na Venezuela pediu este sábado ao Presidente do país, Nicolas Maduro, para libertar os “268 presos políticos” durante a época festiva de Natal e exigiu ao governo do Caribe que “respeite os direitos humanos” dos mesmos.

Os números sobre os considerados “prisioneiros políticos” variam, havendo dados que elevam o número acima de 300, sendo o mais famoso o líder do partido ‘Voluntad Popular’, Leopoldo López, atualmente em prisão domiciliária.

O novo responsável dos EUA dos negócios estrangeiros no país, Todd Robinson, que chegou à Venezuela na segunda-feira, disse que a sua intenção era promover a “restauração de relações construtivas” com o país.

“Uma Venezuela democrática é boa para si mesma, para os Estados Unidos e para o nosso hemisfério. Temos muito trabalho a fazer e estou pronto para começar”, afirmou Todd Robinson, o maior representante diplomático dos Estados Unidos na Venezuela desde a expulsão em 2008 do embaixador do então presidente Hugo Chávez.

Os já longos desentendimentos entre os dois países continuaram com as administrações de Maduro e Donald Trump, que criticaram o governo de Chávez em várias ocasiões e rotularam a Venezuela como uma “ditadura”.

Fonte: LUSA

Pin It

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *